Notícias

LANÇAMENTO DO LIVRO "LARANJAS DE PORTUGAL"

2022-05-27

 

Vai ser lançado no próximo dia 4 de Junho, às 15h30, na Biblioteca Municipal de Amares, o novo livro da historiadora Anabela Ramos, intitulado “Laranjas de Portugal: séculos de cultivo e consumo”.

A obra será apresentada pelo Professor Doutor Francisco Mendes, da Universidade do Minho. De seguida será servido um lanche e laranjada, oferta da empresa Quelha Branca, que trabalha com o produto local, a afamada laranja de Amares.

A obra de Anabela Ramos resulta de um estudo demorado e complexo, como é explicado na Introdução, apenas possível “cruzando livros de cozinha, livros médicos, farmacopeias, relatos corográficos, tratados agrícolas e outra documentação avulsa, em especial ligada ao mundo agrícola dos mosteiros”.

Através destes documentos, a autora mostra-nos como evoluiu o cultivo, o consumo e o comércio do fruto, esclarecendo como passámos das laranjas azedas para as laranjas muito mais doces no nosso país e na Europa. Pelo meio, Anabela Ramos dá-nos a ver a presença da laranja e da flor de laranjeira em séculos de culinária e de usos medicinais, e regista o uso decorativo da árvore em pomares e jardins. Descobrimos, assim, por que razão em tantas línguas diferentes a palavra usada para designar a laranja é um termo derivado da palavra “Portugal”. O livro apresenta ainda as regiões portuguesas onde o cultivo da laranja se destaca, de Amares aos Açores, e termina com receitas de cozinha com laranja ou flor de laranjeira, seleccionadas do século XVI ao XXI.  

Em suma, concentra-se nas páginas da obra uma história de vários séculos, com informações novas que resultam da original investigação da autora. A laranja, que tantas vezes nos passa despercebida, ganha assim uma nova atenção. E a viagem que o livro nos leva a fazer a tempos antigos e a outras geografias como a China, a Índia ou outras paragens do mundo não deixará que voltemos a olhar para as laranjas da mesma maneira.

O livro reserva ainda a surpresa de deliciar o olfacto dos leitores que o abrirem com o aroma a laranja, que foi aplicado no interior do papel da capa.

Anabela Ramos é natural de Mangualde e vive há mais de vinte anos em Braga. É licenciada em História, Mestre em História Moderna pela Universidade de Coimbra e pós-graduada em Ciências Documentais, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Trabalhou no Arquivo Distrital de Viseu e presentemente exerce funções na Direcção Regional de Cultura do Norte. É ainda membro do projecto ReSEED, da Universidade de Coimbra.

Paralelamente, e no âmbito da sua actividade profissional, tem realizado vários trabalhos de investigação histórica, centrando-se no campo da história social da época moderna, de que se destaca a colaboração na publicação  "O cidrão: na história, no campo e na mesa " Obra editada pela ATAHCA em 2014, a qual desde aí despertou e ainda desperta enorme interesse junto de agricultores, técnicos agrícolas e público em geral, que procuram saber mais sobre este fruto que estava quase extinto e que desde aí tem vindo a registar um aumento da área de cultivo e de produção, assim como a sua valorização por via da transformação (fruta cristalizada, compotas, doces).

Voltar